quinta-feira, 13 de outubro de 2011

NOSSOS COMETAS – COCO CHANEL

Gabrielle Bonheur já nasceu com a felicidade no nome, mas a felicidade de verdade foi conquistada por esta brava mulher com as armas de seu irresistível charme e uma disposição incomum para o trabalho. A criadora do “pretinho básico” comeu o pão que o diabo amassou antes de batizar o perfume mais famoso de todos os tempos, Chanel 5 e estruturar a sua sólida empresa voltada para a moda. Também ela esteve brevemente ligada aos Ballets Russes, tendo especial influência (justo com a opinião de outros gigantes como Rodin) junto ao público quanto à modernidade oferecida por Cocteau, Debussy, Stravinsky, Nijinsky, Bakst e Diaghilev. Suas cortinas se fecharam em 1971, deixando para o mundo o seu legado de elegância e de luta.

Gabrielle Bonheur was born with happiness on her name, but real happiness had to be conquered by this brave woman with the weapons of her irresistible charm and an unusual disposition to work. The creator of the “basic black” had to struggle a lot before baptizing the most famous perfume of all times, the Chanel 5 and structure a solid fashion company. She also was briefly connected to the Ballets Russes, with decisive influence (along with the opinion of other giants like Rodin) to the public about the modernity offered by Cocteau, Debussy, Stravinsky, Nijinsky, Bakst and Diaghilev. Her curtains closed in 1971, leaving to the world her legacy of elegance and strength.


Para ver – To watch click here






seja o primeiro a comentar!