sábado, 13 de agosto de 2011

MINHAS BÊNÇÃOS – BRAGUINHA

Braguinha, ou João de Barro, foi uma dádiva para o povo brasileiro. Todos nós já sabíamos disto entre 1907 e 2006, espaço de tempo em que ele permaneceu entre nós. Compositor extremamente inspirado, seu talento só era suplantado pela humildade. Eu tive a sorte de cruzar com ele duas vezes mais de perto, uma delas para sondar se ele faria uma trilha sonora para um desenho animado meu (nunca foi produzido) e outra vez cruzando a praça do Lido. Voltarei ao assunto com mais detalhes adiante...

Braguinha entendeu a alma infantil como ninguém, permanecendo quase um século com uma alma de criança e um definido sorriso ingênuo. Não foi coincidência Walt Disney tê-lo escolhido para dublar seus filmes. Quando esteve no Brasil, Disney ficou admirado com a precariedade do estúdio de som, de onde saiu (segundo ele) “um resultado melhor do que o original”.



Campeão do Carnaval, popularizou um número enorme de melodias como Pirata da Perna de Pau, Chiquita Bacana e Com Jeito Vai, entre tantas outras:


Suas músicas do “meio do ano” também chegavam rapidamente à fama, como o Carinhoso, atravessando fronteiras e chegando a Hollywood:


Mas foi por causa do seu trabalho junto às crianças que me levou a procurá-lo. Braguinha lançou uma série de contos em formato colorido e popular:


Eu estava levantando produção para Aquarius o Escorpiãozinho e precisava de saber quanto custaria a trilha sonora. Ouvi textualmente isto da boca do Braguinha: “Meu filho, eu não sei compor!” Bem, se ele não sabe, então a música não existe. Anos depois, estava passeando com o netinho Dudu pelo Lido, quando encontramos o Braguinha. O Dudu era louco pelas músicas dos disquinhos, e eu pedi um momento de atenção do compositor. Dudu cantou com ele trechos de alguns sucessos, e eu disse: “Viu, Braguinha? Você é eterno.” A isto ele apenas respondeu com um sorriso de quem já sabia, e se foi.

A sua obra foi homenageada em 1984 pela Mangueira, desfile campeão:


Além disto, Braguinha também nos legou as mais belas músicas das festas de São João (para os estrangeiros que nos acessam, acontecem em junho):


seja o primeiro a comentar!